WILDVET LOGO-negativo.png
oie_transparent.png
whatsapp.png

Wildvet Clínica Veterinária e Hotel © 2017. All Rights Reserved.

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • Google+ - White Circle
  • YouTube

Alface e espinafre fazem mal?

December 11, 2018

 

 

Muita gente perguntou o porquê de evitar esses alimentos, já que varios animais comem vegetais, principalmente folhas, então, afinal, porque evitar a alface e o espinafre?

 

Vamos começar pela alface e os motivos para evitá-la.

 

Primeiro ponto, ninguém deve comer alface em grandes quantidades, pois contêm uma substância chamada lactucário (lactucarium), que pode ser toxica em grandes quantidades. Lógico que há vários tipos de alface, e a quantidade de lactucário vai variar de uma para a outra. 

 

Esta substância também possui propriedades sedativas e analgésicas, também há relatos que pode causar euforia. E como uma droga, seu consumo exacerbado pode prejudicar a saúde.

 

Segundo ponto a ser considerado sobre as alfaces. As alfaces de folhas com cores claras são ricas apenas em água e têm muito pouco valor nutricional, as vezes o animal gasta mais energia para digerir do que ganha consumindo o alimento, por isso não são recomendadas.

 

Folhas de variedades mais escuras e fibrosas são ricas em fibras e nutrientes reais, que podem render algum benefício. Mas lembre-se que grandes quantidades de alface, para um animal que não está acostumado com esse vegetal, podem causar transtornos digestivos.

 

Se há risco de toxicidade, sedação e não tem valor nutricional, qual a vantagem de oferecer esse alimento ao seu Pet?

 

Passamos agora a falar do famoso espinafre.

 

Todos os animais podem comer espinafre? Sim, ele não está na lista de alimentos ruins, o espinafre contém muitas vitaminas e substâncias nutritivas, mas devido aos níveis elevados de oxalatos, devemos limitar a quantidade deste vegetal, oferecendo apenas pequenas quantidades por causa do grande teor de ácido oxálico presente, que é conhecido por ser um “antinutriente”.

 

O ácido oxálico se liga ao cálcio, magnésio e outros minerais, tornando-os insolúveis, com isso reduz a possibilidade do animal utilizar estes minerais no metabolismo, principalmente na estrutura óssea. O oxalato de cálcio (formado neste processo) é jogado fora pelos rins, e quando produzido em grande quantidade pode formar cálculos.

 

Se seu animal apresenta problemas de cálculos ou acúmulo de “lama” na bexiga evite oferecer o espinafre e outros alimentos ricos em ácido oxálico.

 

Os alimentos com alto teor de oxalato, ou seja, que apresentam cerca de 100 a 900 mg de ácido oxálico por porção, incluem: Rama de beterraba; Espinafre; Acelga arco-íris; Couve;    Nabo; Banana; Amêndoas e castanhas; Pimentão; Mostarda; Soja; Aveia; Tomate; Manga; Repolho; Berinjela; Lentilha.

 

Mas não adianta ficar neurótico com isso, porque além desses alimentos, praticamente todas as verduras apresentam oxalato em sua composição. A regra é evitar exageros destes alimentos.

 

Gostou? Se inscreva para receber notificação de novos posts!

Curta, comente e aproveite para deixar sua sugestão para um novo tema!

Sua opinião é muito importante para manter o BLOG atualizado. :)

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon